Sogrape é a melhor do mundo

Sabemos que vivemos num país de grandes vinhos e sabemos, também, que Portugal é mais que Vinho do Porto ou Vinhos Verdes ou até mesmo Alentejanos.

Hoje, e cada vez mais, e ainda bem que assim acontece, vemos os nossos vinhos, de áreas demarcadas, serem reconhecidos mundo fora, fazendo com que este jardim à beira mar plantado, seja um tesouro vinícola que não queremos guardar, antes pelo contrário, o melhor mesmo é gritar aos quatro ventos e mostrar daquilo que somos feitos, e ser conhecidos, quem sabe, como sendo uma vinha à beira mar plantada!

Somos o quarto país do mundo com os vinhos mais caros e sabemos que tal não se deve (apenas) a boas campanhas de marketing ou lobbies instalados. Somos reconhecidos porque temos qualidade, somos diferenciadores, e lá está, sabemos fazer bons vinhos porque também fomos agraciados pela natureza com condições únicas para tal. E Portugal, apesar de ser um país pequeno é enorme em diversificação graças às condições naturais únicas de que dispõe.

Temos vinhos diferentes, com personalidades distintas e que contam histórias singulares, mesmo que separados por escassos quilómetros ou por uma ou outra montanha ou até mesmo rio.

Na região das Beiras há vinhos assim, com personalidades diferentes, singelos e singulares, mesmo que separados por uma montanha ou por um rio.

São vinhos que recebem distinções e que se têm destacado no panorama nacional e por este mundo fora pela sua qualidade superior.

Estas distinções e esta (r)evolução no vinho no interior centro deve-se à mestria, teimosia e resiliência dos produtores e exportadores e é sempre motivo de orgulho quando os vemos serem reconhecidos.

fernando da cunha

Fernando da Cunha Guedes, Sogrape Vinhos

Desta vez a distinção veio diretamente pela mão da World Association of Writers and Journalists of Wines and Spirits (WAWWJ) que elegeu a Sogrape Vinhos como a melhor produtora vitivinícola do mundo em 2015. Esta associação elaborou um ranking com as 100 melhores produtoras a nível mundial sendo que as escolhas ficaram a cargo de um painel de críticos e jornalistas especializados no sector, tendo em conta vários critérios de análise, incluindo a avaliação dos prémios conquistados por cada produtor num conjunto selecionado de concursos internacionais que tiveram lugar no último ano. A Sogrape participou em 10 dos 75 concursos avaliados e que resultaram em 131 prémios, angariando, assim, mais de 3,000 pontos, conquistando o primeiro lugar nesta avaliação.

A Sogrape Vinhos é líder nas exportações de vinho português há mais de uma década tendo nascido pelas mãos de Fernando van Zeller (nome por trás do Mateus Rosé) e possui várias marcas sob a sua alçada como é o caso de algumas marcas de vinho produzido na região do Dão, a exemplo o Grão Vasco Dão Branco 2014 ou o Quinta dos Carvalhais Duque de Viseu Branco 2014, entre outros.

 

Fotografia: observador.pt

 

 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *