Em agosto andamos a pé na Serra

Os dias vão quentes e convidativos a idas à praia, mas para aqueles que preferem andar a explorar o mundo que os rodeia o calor não é problema.

A pensar neles o CISE, Centro de Interpretação da Serra da Estrela vai organizar, no mês de Agosto, quatro percursos de caminhada que prometem fazer as delicias aos amantes do pedestrianismo, recorrendo a percursos já existentes no Parque Natural da serra da Estrela e a rede se Caminhos de Montanha das Aldeias de Montanha.

Pegue na mochila, água com fartura, um bom par de sapatilhas e vamos partir à descoberta das maravilhas que existem na Serra da Estrela.

Os percursos são circulares e de pequena rota, com cerca de 6 a 7 km, mas um pouco difíceis.

Os passeios serão realizados às quartas-feiras e o primeiro acontece já no dia 3, num percurso de 6km com inicio e termino na Torre, ou seja, vamos andar pelo topo de Portugal Continental.

Este passeio promete a visita a diversos locais onde a ação modeladora dos gelos do último período glaciário é notória.

Uma oportunidade para admirar paisagens fabulosas onde dominam afloramentos rochosos, prados e matos de altitude com um leque de espécies de fauna e flora típicos das zonas montanhosas.

Para o dia 10 de Agosto a proposta vai para um passeio pela Rota das Canadas em Alvoco da Serra, num percurso de 6160 metros que acompanhaa cabeceira do amplo vale de Alvoco, a montante desta aldeia de Montanha.

Aproveite para admirar os muitos cursos de água que aqui existem e que dão origem à Ribeira de Alvoco cujas águas contribuem para a fertilidade dos campos agrícolas.

Na terceira semana de Agosto, no dia 17, terá lugar a terceira incursão destes passeios, desta feita pelo vale da ribeira da Caniça, na Lapa dos Dinheiros.

Esta é a Rota da Caniça e tem cerca de 7km de extensão, onde nos espera uma paisagem montanhosa dominada por soutos, pinhais, lameiros, matos e afloramentos rochosos.

Aprecie o centenário souto da Lapa e a sua fauna e flora. Deslumbre-se com as quedas da Caniça, Cornos do Diabo e o buraco do Sumo.

A 24 de Agosto siga até à Rota das Minhas do Círio ao longo do vale da ribeira de Valezim. Este trajeto tem cerca de 7100 metros e abrange uma área marcada por contrastes paisagísticos acentuados. Na aldeia, o património edificado é diversificado, sobressaindo a pitoresca capela de São Domingos, o solar da família Castelo Branco, o pelourinho e a igreja de N. Sr.ª do Rosário, de raiz medieval.

Pelo percurso admire as matas de pinheiros, campos agrícolas em socalcos e habitats ribeirinhos. No setor inferior do vale, com acesso por um caminho florestal, situam-se as minas do Círio, um antigo complexo mineiro de estanho e volfrâmio, cuja lavra remonta ao período da Segunda Guerra Mundial.

Deixe-se embarcar nesta aventura e aproveite para conhecer esta parte do Parque Natural da Serra da Estrela de um modo mais intimista e natural. Inscreva-se em www.cise.pt. A atividade está limitada a 14 participantes. As partidas estão marcadas para as 9h e o regresso às 16h.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *