Maio é mês de Festival do Vinho do Douro Superior

Portugal é muito mais que vinho verde ou alentejano e o douro vai muito além do vinho do Porto. Prova disso está na quantidade de vinhos que ganham prémios e que não se enquadram neste estereótipo enraizado, principalmente, nos apreciadores e conhecedores de vinhos do estrangeiro. De modo a quebrar preconceitos e estereótipos e divulgar o que de bom se faz no que toca a vinhos cabe às entidades competentes apostar em eventos que projetem os vinhos das suas regiões e demonstrem o potencial das suas produções, não apenas para os consumidores dos restantes territórios mas também para os habitantes das regiões onde são produzidos.

Um bom exemplo da aposta na promoção dos seus vinhos e no cimentar de uma posição estratégica nesta área é o festival de Vinho do Douro Superior promovido por Vila Nova de Foz Côa, que com este certame procura demonstrar a qualidade dos vinhos da região do Douro Superior.

De 20 a 22 de maio, Vila Nova de Foz Côa, que procura cimentar a sua posição como capital do Douro Superior, promove a 5ª edição do Festival do Vinho do Douro Superior onde o vinho produzido na região é o foco principal mas onde há lugar para outros produtos que definem o Douro Superior.

Para este ano o destaque do programa do evento que decorrerá no ExpoCôa, vai para o seminário “Douro Superior: Fronteiras da Liberdade” que reunirá vários especialistas que debaterão questões como o conflito entre a tradição e a inovação, a adaptação do terroir, a categorização do vinho do Porto e o que define a identidade do Douro. No dia 20 terá lugar um colóquio que irá reunir várias personalidades relacionadas com o vinho e que se centrará sobre a temática: Douro Superior: Fronteiras da Liberdade”, como o jornalista Mário Zambujal, luís Sottomayor, João Brito e Cunha, Chef José Cordeiro, o escanção Pedro Ferreira, o enólogo Manuel Lobo Vasconcelos ou Manuel Novaes Cabral, Presidente do IVDP.

Mas nem só de vinho se faz este festival e os visitantes poderão degustar centenas de iguarias que representam toda a região. São cerca de 70 os produtores de vinho presentes e a entrada é livre!

 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *