Mas onde está o meu cão?

Esta é uma daquelas notícias que nos dá um enorme gozo dar.Dois jovens da Guarda conseguiram alcançar um feito fabuloso, demonstrando que não é o facto de se crescer no interior que nos fecha fronteiras!

David Barroso e Virgílio Bento, nascidos e criados na Guarda, enquanto passeavam o cão Aquiles no Parque Urbano do Rio Diz, tiveram uma ideia que veio a revelar-se genial: criar um dispositivo que permitisse encontrar o Aquiles quando ele fugia- nasceu o Findster.

As particularidades deste dispositivo, que o distinguem dos que já existem no mercado, fizeram com que o Findster se tornasse em algo mais que uma simples ideia, acabando por dar origem a uma empresa que é uma das dez companhias mundiais convidadas a trabalhar na HAX Boost nas próximas seis semanas e assim poder entrar no mercado norte-americano.

Este não é um dispositivo inédito no mercado, que possui vários do género mas a preços elevados, ora a “necessidade faz o engenho” e perante a necessidade de encontrar o Aquiles aquando das suas fugas, e verificando que muitas vezes o cão estava bem perto deles, desenvolveram um dispositivo de GPS com base num sistema de rádio frequência proprietário com um alcance médio de um quilómetro de distância.

A melhor parte, é que não tem custos mensais associados, ao contrário do que se encontra no mercado.

Este foi só o inicio. David e Virgílio juntam-se a outros colegas de faculdade e a empresa nasceu, a Findster Technologies, que na primeira ação de crowdfounding angariou cerca de 110 mil euros para que o projeto arrancasse, sendo que 70% das pessoas que contribuíram são originárias dos Estados Unidos.

Esta ida para a HAX Boost em São Francisco irá permitir à empresa criar um produto que represente uma democratização dos sistemas de localização e também dos canais de venda do produto.

A Hax Boost é a maior aceleradora de hardware a nível mundial, sendo o parceiro ideal para a Findster Technologies uma vez que se dedica à otimização da cadeia de produção ode produtos electrónicos e à criação e melhoria da sua cadeia de venda.

Ora esta ida para São Francisco pode representar para a empresa o pontapé de saída para o mercado norte-americano.

Os sistemas Findster continuam à venda a preço de pré-lançamento até ao final de fevereiro, na plataforma Indiegogo. Depois dessa data, irão aumentar 30 dólares (cerca de 27,6€).

Para o próximo semestre irão lançar um aparelho com mais alcance e que pode ser acedido por mais utilizadores, via internet, para utilização em escolas ou creches, de forma a que os pais ou professores possam saber sempre onde andam os mais pequenos.

A empresa está, atualmente, sediada no Porto, mas é com orgulho que vemos que a região tem gente com potencial para grandes

 

 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *