Festival Vinhos de Inverno e letras em Viseu

Começa já na sexta feira, dia 4, a segunda edição dos “Vinhos de Inverno”, no Solar do Vinho do Dão e que este ano conta com mais novidades e mais horas de programação, mantendo-se alguns dos eventos que fizeram sucesso na edição do ano passado.

O Entre-Aduelas será instalado no Salão dos Vinhos e aqui os visitantes poderão aproveitar para degustar alguns dos mais preciosos néctares do Dão enquanto se passeiam pelas salas adjacentes apreciando produtos regionais como biscoitos, mel, azeite e queijo, disponíveis para prova e compra.

vinho inverno 3

O ambiente de Inverno é aqui amenizado pela lareira do Solar que se reacende para que os visitantes possam disfrutar de uma ambiente propicio ao relaxamento e à degustação.

Para aqueles que são novos nestas andanças do vinho haverá workshops assim como para aqueles que são amantes de longa data dos vinhos do Dão.

A grande novidade deste ano casa a literatura com o vinho, “Tinto no Branco” é a primeira Festa da Literatura de Viseu e colocará a literatura à prova, combinando os prazeres dos Vinhos do Dão, da gastronomia regional e da literatura universal.

Serão muitos os nomes para ouvir e muitos haverá para aprender sobre esse universo das letras e dos vinhos, conhecendo aquilo que os liga seja na cultura, simbologia, espiritualidade e vivências.

vinho inverno 2

Entre os nomes confirmados para este Festival Literário estão Afonso Cruz, Fernando Dacosta e Francisco José Viegas assim como os viseenses João Luís Oliva e António Gil.

Aquilino Ribeiro estará presente neste “Tinto no Branco” com algumas das palavras do mestre das “Terras do Demo” a servirem de mote às conversas e encontros deste Festival.

Este Festival não se fica apenas pelo Solar do Vinho do Dão, invadindo cidade de Viriato. “Tinto no Branco” propõe passeios pela cidade de Viseu a bordo do comboio turístico com Miguel Real, no sábado e Deana Barroqueiro, no domingo, a servirem de anfitriões nesta viagem pelas “histórias e as estórias” que permitirão aos visitantes (re)descobrir os cantos e recantos desta milenar cidade. Estes passeios irão decorrer durante o fim-de-semana com partida do Rossio às 11h00.

As conversas fazem parte integrante deste Festival com a primeira grande ronda a decorrer no sábado a partir das 16h00, com o Chef Loureiro a fazer as honras à casa e a abrir o apetite para uma tarde que promete levar os presentes numa viagem pelo tempo para a “ínclita refeição”!

As histórias continuam com “Contos, lendas e facecias do Vinho”, com Paulo Moreiras, a partir das 17h00 e que irá desvendar mitos e verdades sobre o vinho, enquanto que, noutra sala, Anselmo Borges e António Gil lançam novas reflexões em torno do vinho e as suas ligações espirituais em “Criado para alegria dos homens”.

Aquilino Ribeiro serve de inspiração para a conversa que se segue “se regionalista é ter descrito outra coisa que não Lisboa, não reclamo melhor diploma” que irá juntar Alberto Santos, Manuel da Silva Ramos e João Luís Oliva em torno do poder da literatura.

Os serões irão juntar Fernando Dacosta e Patrícia reis numa conversa sobre “só as ânsias valem porque os triunfos, esses, acabam em bocejos”. Rui Cardoso Martins e Valério Romão propõem-se desmistificar os bastidores da escrita em “Os meus assuntos vou busca-los à história natural racionalizando-os”. O dia acabará com André Domingues numa sessão improvável com direito a “leituras de vinho e provas de texto”.

Neste Festival há também espaço para os mais novos onde poderão encontrar os habituais ateliers criativos no Espaço dão Petiz, para além disso, os visitantes de palmo e meio poderão conhecer melhor a arte da ilustração com o autor Paulo Galindro, no sábado a partir das 15h30, no Solar do Vinho do Dão.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *