Do Sanatório para a Cultura

Um Sanatório que passou a Museu. Nasceu para ser visitado e apreciado, guardando no seu interior obras de arte de vários tipos.

Pensado desde a sua fundação para ser um Museu de referencia e conseguiu-o. Hoje falamos do Museu do Caramulo, mandado edificar por Abel e João de Lacerda nos anos cinquenta, baseado nos mais modernos conceitos de museologia.

Abel de Lacerda era um apaixonado pela arte e manda construir um edifício para albergar e expor uma invulgar coleção de objetos de arte constituída por 500 peças das mais diversas expressões, desde a pintura, escultura, mobiliário, cerâmicas e tapeçarias. Já o irmão, João de Lacerda nutria uma forte paixão pelo mundo automóvel, mandando construir junto ao primeiro edifício um espaço vocacionado para a exposição de cerca de 100 automóveis e motos, seguindo o principio de que todos os veículos pudessem sair facilmente para poderem ser exibidos ou conservados.

Este Museu, além da sua intenção óbvia de servir de espaço de exposição, tinha como propósito retirar à região do Caramulo o seu carácter de Sanatório.

Livrando-a do estigma da doença, apesar de aí ter sido mandado edificar pelo pai de ambos, Jerónimo de Lacerda, aquela que era, há altura, a maior estância senatorial, não apenas do País, mas de toda a Península Ibérica e que viu o seu declínio às mãos do progresso da medicina.

Os irmãos João e Abel conseguiram aquilo que tanto desejavam, retirar o estigma da doença à região e fazer com que este espaço fosse uma homenagem à arte nas suas mais diversas formas, hoje quem visita o Museu do Caramulo pode apreciar obras de arte antiga, com peças de arte Egípcia, escultura, cerâmica chinesa ou arte Japonesa, entre outras, poderá, igualmente, apreciar obras de arte moderna ou contemporânea com peças do século XX e XXI assim como artes gráficas. Aliás, este que é um dos mais importantes Museus do país possui algumas obras de artistas de renome como Pablo Picasso, Salvador Dali, Miró, Vieira da Silva e Jean Lurçat.

 

maria viera da silva

Este é um Museu para todos e mesmo os mais novos irão deliciar-se com a exposição de brinquedos lá patente, e que, garantidamente, farão as delicias também dos adultos.

No que toca aos mundo dos motores, os visitantes poderão ver veículos automóveis variados, assim como motociclos ou velocípedes. Da sua coleção fazem parte uma réplica do primeiro automóvel de Karl Benz, um Peugeot de 1899, um Bugatti 35-B (o mais rápido automóvel de competição da época), o Rolls-Royce Phantom III, conhecido por “Carro dos Papas” e ainda o Mercedes Blindado que este ao serviço de Abel Salazar, antigo estadista nacional.

325529_10150319947951188_426782882_o

O Museu do Caramulo está inserido numa paisagem deslumbrante que oferece aos visitantes muitos motivos para visitarem a região. Este Museu já recebeu, desde a sua abertura em 1959, mais de um milhão e meio de visitantes e está aberto praticamente todos os dias, com exceção de alguns feriados como o Natal.

A região do Caramulo já não é vista como um local onde se iam curar as maleitas do corpo, um Sanatório,  hoje é um dos locais de eleição para quem quer curar as maleitas da mente e apagar a sede de cultura.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *