Artigos

Maria Gil Cabral é estrela na Feira Medieval de Belmonte

Em Belmonte já se sente no ar o regresso ao passado. Este ano a história a ser revivida na Feira Medieval será a da Bisavó de Pedro Álvares Cabral. De 11 a 14 de agosto visite a Feira Medieval de Belmonte.

Esta é uma Feira Medieval que se destaca na região pela sua dinâmica e pela diferenciação em relação àquelas que se realizam em vilas, aldeias ou cidades aqui perto. É especial por contar histórias e não apenas por se vestir de época.

Para esta edição prepara-se um cenário que conta a história de Maria Gil Cabral, uma das primeiras na linhagem familiar de Pedro Álvares Cabral, a filha ilegítima do Bispo da Guarda, Gil Cabral, o qual lhe deixou todos os seus bens, mediante a condição de construir uma capela e um morgadio.

Respeitando as determinações testamentárias, Maria Gil Cabral constituiu o referido morgadio em Belmonte, que transmitiu ao seu sobrinho Luís Álvares Cabral, bisavô de Pedro Álvares Cabral.

Maria Gil Cabral não vai deixar de lutar para garantir que o seu sobrinho Luís Álvares Cabral herde o morgadio de Belmonte deixado em testamento pelo seu pai D. Gil Cabral, Bispo da Guarda.

Mas, será que Martim Vasques da Cunha, senhor de Belmonte vai permitir isso? Este conta com a cumplicidade de Catarina Álvares Cabral, sobrinha de Maria Gil Cabral. Já a doce Maria Álvares Cabral apoia o seu irmão Luís. Grandes desígnios ele irá cumprir e perpetuar o nome dos Cabrais através dos tempos.

Saberemos o desfecho desta história nos quatro dias em que decorre a Feira Medieval de Belmonte.

Para este ano há mais inovações como o alargamento do horário de funcionamento, podendo os visitantes passearem pelas ruas onde decorre o evento até às 2 da manhã.

A feira conta com muitas iniciativas teatrais, espetáculos noturnos, torneios a cavalo, animação de rua, uma ceia medieval, torneio de luta de espadas, oficinas diversas, passeios de burro e cortejos, entre outras.

Para este ano estão esperados 150 expositores e mais de 40 mil visitantes, a organização preparou parques de estacionamento e transportes gratuitos até ao espaço da feira.

 

 

Expensive Soul e Cuca Roseta em Belmonte

Abril é mês de festas. Em Belmonte celebra-se o concelho, este ano com nomes sonantes do panorama musical nacional.

Expensive Soul no dia 21, Marco Paulo no dia 22, Nuno da Câmara Pereira no dia 23 e Cuca Roseta a 24 de abril, são os nomes que prometem trazer milhares de pessoas à vila de Belmonte.

Além da música são várias as iniciativas que já estão a decorrer durante as Festas do Concelho, com destaque para a 27ª Edição dos Colóquios da Lusofonia que decorreu entre os dias 6 e 9 de abril, ainda a Semana do Brasil que decorre até dia 21 e a “Judaica” – Mostra de Cinema e Cultura que acontece entre os dias 5 de maio e 3 de junho.

O Brasil será o país em destaque nestas Festas do Concelho, sendo celebradas geminações com as cidades de Porto Seguro, Cabrália e Ianópolis, numa cerimónia que contará com a presença dos prefeitos destas localidades brasileiras. Estará presente também, Adilson Amadeu, vereador de São Paulo, para acerto de uma geminação desta cidade – capital económica do Brasil – com Belmonte. Ainda convidado para estas celebrações está, o Chanceler da Associação Brasileira de Heráldica, Dom Galdino Cocchiaro, que se fará acompanhar de algumas individualidades brasileiras que estão de visita a Portugal.

Da programação fazem parte também atividades relacionadas com o Desporto, com destaque para o IV BTT Rodas Livres no dia 23 de abril.

Os concertos têm uma vertente solidária, sendo que o valor simbólico de 1€ cobrado para a entrada reverterá para os Bombeiros Voluntários e Santa Casa da Misericórdia

Eco-Raia em dezembro em Salamanca

Já há data para a 6ª edição da Feira Transfronteiriça Ecoraia!

Nos próximos dias 10 e 11 de dezembro, o recinto de feiras de Salamanca vai receber este evento que é organizado numa parceria conjunta entre a Associação de Municípios da Cova da Beira, com sede em Belmonte, e a Diputación de Salamanca em Espanha, e cujos objetivos passam pela dinamização do tecido produtivo e da coesão territorial através da promoção de produtos regionais.

Este ano a Feira conta com algumas novidades, entre elas o espaço dedicado ao Showcooking e que contará com a participação das escolas de Hotelaria do Fundão, Manteigas, Instituto Politécnico da Guarda e Santa Marta de Tormes, que irão fazer apresentações e degustações de produtos gastronómicos característicos de cada região.

Serão centenas os produtores ecológicos e artesanais de ambos os lados da fronteira de modo a que este evento seja um local representativo da dinamização, modernização e diversificação do sector agroalimentar e turístico, tanto da Beira Interior norte como da província de Salamanca.

Há festa em Belmonte com António Zambujo

Belmonte está em festa nos próximos dias, com vários eventos que pretendem enaltecer o concelho e, nesta edição, também o Brasil.

São as Festas do Concelho de Belmonte & Semana do Brasil que irão decorrer de 17 a 26 de abril, e que contam com um cartaz recheado de música e cultura.

O programa arranca, assinalando a Semana do Brasil, com um direto do programa “Somos Portugal” no Largo do Castelo de Belmonte. Nesse mesmo dia pode visitar Belmonte e aproveitar para passear pela Feira de Produtos Locais, que decorrerá no interior do Castelo e que conta com a presença da pintora Rosarlete Meirelles que irá pintar ao vivo.

cartaz belmonte

No dia 18 de abril serão inauguradas a exposição “Ver e Voltar a Ver” que conta com obras de Guignard, Portinari, Burle Max e Oscar Niemeyer.

O dia 19 será o Dia do Indio, com direito a jogos indígenas no Castelo. Será, ainda, inaugurada mais uma exposição, a “Do Entardecer do Século XV ao amanhecer do Século XXI”, desta feita na Sala de exposições temporárias dos Antigos Passos do Concelho.

No dia 20 assista à conferencia “Gaitas de Fole Ibéricas_ o som dos descobrimentos” de Jorge Lira. No dia 21 o destaque vai para o lançamento do livro “Lisboa com afeto” de Izabel Mendonça e para a atuação do grupo Sacundeia no Auditório do Museu Judaico. A partir das 14h00 há Música e Gastronomia no Largo do Pelourinho com sabores brasileiros.

As Festas do Concelho começam no dia 22 com destaque para a atuação da banda ADN e à 22h30 sobe ao Palco no Gimnodesportivo o músico António Zambujo.

No dia 23 destacamos o concerto de Chico Moreno.

A música continua no dia 24 com a atuação do Grupo As Band às 22h30 e o dia 25 de abril reserva um extenso programa que conta com a atuação da Orquestra Típica Albicastrense.

As comemorações terminam no dia 26.

 

Belmonte e os Judeus:

http://heartbeat.pt/interior-judeus/

 

O Carnaval na Serra é que é!

Ainda mal tínhamos digerido as rabanadas e os sonhos e eis que nos preparámos para mais festa!

O Carnaval veio cedo mas cheio de folia e, um pouco por toda as aldeias, vilas e cidades, preparam-se os corços de carnaval para os desfiles que marcam esta data.

Por cá o Carnaval é aproveitado por muitas autarquias para apresentarem a região em Feiras e mostras. É o caso de Celorico da Beira, Seia e Gouveia que fazem a Festa em torno do Queijo da Serra.

Em Manteigas pode visitar a ExpoEstrela, já em Pinhel tem lugar a XXI Feira das Tradições, em Belmonte decorre a III Feira tradicional de Enchidos e Sabores, na Guarda queima-se o Galo enquanto que no Sabugal o porco é o rei da festa.

Na Covilhã o Carnaval volta às origens e em Nelas celebra-se a dobrar! Conheça os pontos altos destas Festas!

 

Covilhã

Carnaval da Neve

cartaz_carnaval covilha

Na Covilhã o Carnaval é da Neve e este ano marca o regresso da tradição, voltando ao local onde tudo começou.

Em 1952 a Antiga Colónia Infantil da Montanha acolhia o primeiro de muitos bailes de Carnaval na Serra da Estrela.

Com o tempo o edifício foi-se degradando e o Carnaval da Neve foi sendo organizado noutros locais. Este ano volta às origens já que a renovada Pousada da Juventude possui as condições necessárias para acolher este evento.

De 5 a 9 de fevereiro são vários os eventos que combinam neve e desporto com diversão e folia, numa organização do Clube Nacional de Montanhismo com o apoio do Município.

No dia 5 o destaque vai para a animação nas ruas da cidade com um concerto na Pousada de Juventude, um desfile e uma Mega Aula de Zumba, ainda o Portugal Snowtrip’16 no Torre alta Club.

O dia 6 será dedicado à neve com o Open Ski Carnaval da Neve na Estância de Ski Serra da Estrela, à noite terá lugar o Grande Baile de Carnaval da neve com o tema Old Ski 50 no Torre Alta Club, seguido do Karnival Party – Portugal Snowtrip com os Djs Garotas de Ipanema e Edgar Marquez.

No dia 7 tem lugar o Apreski Sbowtrips at Portugal, na Estância de Ski. No dia 8 festeje o Carnaval no Torre Alta Club numa Dj Party. O dia 9 ficará marcado pelo Enterro do Entrudo nas ruas da cidade.

 

 

Belmonte

III Feira Tradicional de Enchidos e Sabores

cartaz_carnaval belmonte

Nos dias 6 e 7 Belmonte enche-se de sabor na terceira edição da Feira Tradicional de Enchidos e Sabores, no Pavilhão Multiusos.

A animação vai andar em torno da Feira com muita música tradicional pelas ruas, e no dia 6 com o Baile de Carnaval com o grupo Replay. O dia 7 começa com uma caminhada Carnavalesca, seguida da mostra tradicional de enchidos. O dia será marcado por muita música tradicional com o Rancho Folclórico dos Três povos e os “Sons da Terra”.

 

Manteigas

Expo Estrela

cartaz_manteigas

Este é um evento já bem conhecido de todos na região. A Expo Estrela reúne cerca de 70 expositores que mostram o que de melhor a região tem no que diz respeito à economia, gastronomia e cultura.

Este ano o cartaz é de arromba e traz a Manteigas nomes conhecidos do panorama musical nacional.

A festa começa do dia 6 a Banda Boa União a fazer as honras à casa. No dia 7 manteigas recebe o Trio Jorge Palma & Orquestra de Sopros Música Nova, seguidos dos The Sweet Children. A segunda-feira também promete muita animação com Funk Pop Música seguido de um concerto dos D.A.M.A., no pavilhão Centro Cívico.

O dia de Carnaval também será animado com a prova de Queijo Serra da Estrela, música e o Desfile de Carnaval.

 

Sabugal

O Entrudo Gordo

cartaz_sabugal_gordo

No Sabugal o Entrudo é Gordo em homenagem às tradições associadas à matança do porco que era, e ainda é, tradição na ruralidade do concelho por estes dias do ano, o porco, é portanto, o Rei do Carnaval do Sabugal.

O Carnaval tem 5 dias neste concelho raiano, de 5 a 9 de fevereiro e durante esse período os restaurantes da região irão render-se aos sabores com a atividade “Os Nossos Sabores”, confecionando pratos alusivos a esta época de folia.

No dia 6 de fevereiro a freguesia do Soito acolhe o VII Capitulo da Confraria do Bucho Raiano enquanto que em Penalobo haverá o “Desamuar do Forno e Ronda dos Pipos. Em Quarta-Feira haverá o “Pão da Nossa Aldeia” e no domingo será a leitura da “Fama do Entrudo”, enquanto que a Lageosa da raia acolhe a Capeia de Carnaval.

No sabugal a Festa desenrola-se ao ritmo do Baile de Finalistas e em Aldeia Velha terá lugar o Baile de Carnaval.

No domingo, a partir das 15h00 sai pelas ruas do Sabugal o Desfile de Carnaval. De 7 a 9 de fevereiro, Aldeia do Bispo recebe o Mercado da Terra, e no dia 7, aqui, terá lugar a Largada, Desfile e Garraiada.

 

Guarda

O carnaval engalanado!

cartaz_guarda

Entre os dias 5 e 8 de fevereiro a cidade mais alta acolhe o GuardaFolia, que começa com um desfile carnavalesco pelas ruas do concelho, com cerca de 2000 crianças a encherem as ruas de cor e alegria, sob a temática dos Contos Infantis.

Para domingo está programada, logo pela manhã, a Fun Run que promete aquecer todos para o Julgamento do Galo que terá lugar à tarde, a partir das 15h00, um evento que, este ano, conta com a colaboração de 23 freguesias que participarão ativamente no desfile e no espetáculo.

O desfile começa na Alameda de Santo André e segue em direção à Praça Luís de Camões onde o Galo será Julgado e queimado e assim o mal será exorcizado e a esperança poderá renascer. Nesta edição contará com aves/galináceos que o irão acusar ou defender.

Para segunda-feira está previsto o espetáculo “Juntos em Revista” com Marina Mota e Carlos Cunha, no TMG a partir das 21h30.

Entretanto de 5 a 8 de fevereiro os visitantes poderão apreciar as Tabernas do Entrudo que irão funcionar em vários espaços do Centro Histórico e que conta com a colaboração de várias associações, comerciantes e empresários do concelho que irão disponibilizar várias iguarias alusivas ao carnaval.

 

Pinhel

XXI Feira das Tradições e Atividades Económicas

cartaz_pinhel

Em Pinhel o Carnaval é acolhido com a Feira das Tradições e Atividades Económicas que promete trazer milhares de pessoas à cidade Falcão. O Cartaz conta com grandes nomes como os Xutos & Pontapés que dão um concerto no dia 6 às 23h30, num dia que será pautado pelo Desfile Carnavalesco pelas ruas de Pinhel e pela inauguração do certame.

No sábado do dia será marcado por muita música e pelo concerto de Diogo Piçarra às 23h30 seguido de Orquestra Grafitti e Mastiksoul.

O dia 7, domingo, terá a animação garantida por vários grupos de concertinas. Às 21h30 arranca o Baile de Carnaval com concurso de Máscaras.

 

Celorico da Beira

Feira do Queijo

cartaz celorico

Em Celorico da Beira o Queijo é o Rei do Carnaval, com as atividades a terem já começado no passado fim-de-semana com o Programa Somos Portugal a animarem todos os que visitaram a Vila.

Na sexta feira, dia 5, há muita música a animar os visitantes da Feira do Queijo. No sábado o destaque vai para a Revista à Portuguesa “P´ro Diabo Kus Carregue” no Centro Cultura. Domingo começa com uma Caminhada passaporte “Rota do Queijo” com degustação e termina com o concerto de Quim Barreiros.

É também no domingo que tem lugar o desfile carnavalesco pelas ruas da cidade. Aproveite para conhecer o verdadeiro Queijo da Serra da Estrela!

 

Seia

Feira do Queijo Serra da Estrela

cartaz_carnaval seia

 

Esta é uma Feira que pretende promover o Queijo Serra da Estrela, considerado uma das 7 maravilhas da gastronomia nacional, apresentando-se como tendo um papel importante no sector e na valorização da marca do Queijo Serra da Estrela e do território.

Serão 4 dias de animação em torno do Queijo, com showcookings, Mercado do Queijo, artesanato, mostras de produtos locais, recriação da Quinta do Pastor, Mostra do Cão Serra da Estrela e tasquinhas. Haverá, ainda, demonstrações ao vivo de produção de queijo e requeijão, ordenha de ovelha e Feltragem de sabonetes com lã de ovelha.

A música também toma o seu lugar com vários grupos de música tradicional a animarem as ruas. A moda também marca presença com um Desfile de Burel por Luís Nogueira e Serranices.

 

Nelas

Carnaval a dobrar

carnaval nelas cartaz

Aqui o Carnaval é a dobrar porque a folia assim o exige, com Nelas e Canas de Senhorim a celebrarem com muita animação.

Em Nelas o Carnaval começa no domingo dia 7 com o Desfile Carnavalesco às 15h00 e que se repete no dia 9 pelas ruas da vila. Às 17h00 do dia de Carnaval terá lugar a Troca de Rainhas e no dia 10 o Entrudo será queimado no Bairro da Igreja, junto à Fonte de St. António.

Em Canas de Senhorim também o dia 7 assinala o inicio das Festas de Carnaval com o Desfile a sair à rua pelas 15h00, às 22h00 do mesmo dia tem lugar o Baile de Carnaval Paço e Rossio. Na segunda-feira às 15h30 tem lugar a Segunda-feira das Velhas e às 22h00 a segunda edição do Baile de Carnaval Paço e Rossio. O dia de Carnaval começa às 15h00 com o Desfile Carnavalesco e às 18h00 tem lugar o despique. No dia 10, quarta-feira, às 20h00 começa a Batatada (não se esqueça de levar prato, talher e copo) e às 22h30 o Entrudo é Queimado, no Rossio junto às Quatro Quinas e no Paço junto ao Pelourinho.

São centenas os figurantes, muita música, humor e animação, que prometem muita folia e animação com um cariz mais popular que distingue estes cartazes de muitos outros na região.

As associações envolvidas não poupam os esforços e guardam em segredo os carros alegóricos e as mascaras que irão encher as ruas de cor e animação contagiantes.

 

Como se pode ver, o difícil mesmo será organizar as nossas agendas! O que vale é que o fim-de-semana são dois dias e o carnaval são 4!

Concurso de Bandas em Belmonte

A música ocupa um espaço cada vez maior na cultura nacional e das regiões.

É através dela que transmitimos o que sentimos, os nossos valores e tradições. É um dos cartões de identidade de um povo ou de um grupo.

Há música para todos os gostos e a criatividade não tem limites, daí que existam diferentes estilos e tipos de música, assim como há diferentes tipos de instrumentos e de vozes. O que interessa é transmitir sentimentos.

São vários os eventos que potenciam a criatividade musical e que pretendem dar a conhecer e impulsionar novos valores como é o caso do Concurso de Bandas que vai decorrer em Belmonte, dando a oportunidade a novos talentos da música na região, enquanto se dinamiza o Auditório Municipal de Belmonte.

As Bandas podem inscrever-se até dia 11 de dezembro pelo email cultura@cm-belmonte.pt. O prémio é a oportunidade para atuarem e mostrarem o seu trabalho ao grande público com a atuação nas Festas do Concelho de Belmonte em 2016.

Belmonte invadida pelo brilho!

Este ano celebra-se o Ano Internacional da Luz com várias iniciativas a decorrerem um pouco por toda a parte com a temática da Luz como pano de fundo.

Em Belmonte quer-se celebrar o Ano Internacional da Luz em grande e para isso está a ser preparada a maior festa Glow da região, numa organização conjunta entre o Município, Empresa Municipal de Belmonte e Agência DABOA.

GLOW_cartaz

Não se trata de uma festa Glow normal, neste evento quer aliar-se o desporto, música e muita animação a esse conceito da Luz e transformar o Pavilhão Multiusos de Belmonte num local onde a animação reinará!

Haja energia para esta Festa que começa com uma aula de Zumba que servirá de aquecimento para a caminhada de 5km cheia de cor e alegria e muitas surpresas. A Grande Festa que se prolongará noite dentro contará com a atuação de Virgílio Faleiro, Dj Skyfly e a dupla feminina Garotas de Ipanema.

Belmonte Brilhante é a melhor combinação entre desporto, luz, música e muita animação! É possível correr, caminhar, saltar, dançar, sempre a seu próprio ritmo.

O Mercado de Belmonte é Kosher

É bem conhecida a influência e presença judaica na região, com algumas terras a destacarem-se como é o caso de Trancoso, Guarda e, claro está, Belmonte, esta última considerada a única comunidade peninsular herdeira legitima da antiga presença histórica dos judeus Sefarditas.

Durante toda a época da inquisição conseguiu preservar muitos dos seus ritos, orações e relações sociais, apesar da pressão para a diluição na sociedade católica portuguesa, muitos dos belmontenses cristãos-novos continuaram a casar-se apenas entre si durante séculos.

É reconhecida oficialmente este comunidade já em 1989 e inaugura a sua sinagoga em 1996, precisamente numa das ruas da antiga judiaria. Em Belmonte existe, igualmente, um cemitério judaico e um Museu que retrata a história da presença Sefardita em Portugal, seus usos e costumes e que integra um memorial sobre as últimas vitimas da inquisição.

Existe uma Rede de Judiarias de Portugal, as Rotas de Sefarad, uma associação que procura defender o património urbanístico, arquitectónico, ambiental, histórico e cultural, relacionado com a herança judaica no país. Esta Rede é constituída por 30 municípios, a sua maioria concentrados na região da Beira Interior.

Belmonte orgulha-se e abraça esta cultura encarando-a, igualmente, como uma boa forma de promover o seu território, cultura e tradições, sendo um dos municípios que mais impulsiona a cultura judaica em Portugal.

Possui uma Sinagoga, um Museu dedicado à herança Sefardita e, muito em breve abrirá um Hotel 100% Kosher, o Hotel Monte Sinai, de três estrelas que terá todas as condições especificas para a comunidade “Kosher”, nomeadamente no que toca à gastronomia.

img114(1)

E também na gastronomia que Belmonte aposta quando divulga a cultura Sefardita promovendo alguns eventos como o que vai decorrer já neste fim-de-semana. O Mercado Kosher que vai na sua quinta edição, realiza-se no domingo dia 13 de setembro e vai dar a oportunidade aos visitantes de adquirirem e ficarem a conhecer as especificidades da gastronomia Judaica que obedece a algumas regras.

O termo Kosher ou Kasher refere-se a alimentos que foram preparados de acordo com as leis judaicas, puramente espirituais, da alimentação e que têm origens bíblicas. Entre as carnes de animais terrestres poderão ser Kosher apenas as provenientes de animais ruminantes com casco totalmente fendido, que demonstra que não podem agarrar presas com as patas, sendo as mais consumidas as de boi e carneiro.

O porco, embora tenha o casco fendido, não é ruminante daí não ser Kosher, assim como a maioria do animais terrestres.

Entre as aves podem ser consumidas as domésticas como a galinha, peru, ganso e pato, mas nunca as selvagens e de rapina.

Estes animais só podem ser abatidos conforme os preceitos da religião, ou seja, sem que o abate cause sofrimento. As carnes devem ser inspecionadas quanto a doenças e imperfeições internas, passando depois por um processo no qual são salgadas e ficam de “molho” até que todo o seu sangue seja removido.

A proibição de comer sangue estende-se também aos ovos, que devem ser cuidadosamente verificados antes do consumo a fim de se assegurar a inexistência de manchas de sangue na clara ou gema.

Os vegetais podem ser consumidos desde que passem por um rigoroso processo de higienização, garantindo que não existem insetos.

A certificação de produtos Kosher passa pela colocação de um selo específico na embalagem e podem ser consumidos alimentos industrializados desde que exista essa indicação de certificação Kosher. Nestes casos, aditivos como óleos e temperos também devem ser verificados. Há ainda outras regras como a combinação de alimentos, já que não se devem juntar carnes com ovos, leite ou derivados.

Em Belmonte, neste domingo, poderão ficar conhecer esta cultura no Mercado Kosher que decorrerá no Largo do Castelo e que conta com um programa animado onde não faltará a música, arte e teatro.

O contributo dos judeus portugueses para a história do mundo foi enorme, desde a ciência náutica que há mais de 500 anos deu ao país um avanço decisivo para o início da globalização, à evolução da economia mundial e da medicina, muitos foram os sectores em que o papel dos sefarditas nacionais se tornou preponderante.

Belmonte em Feira Medieval

Cheia de ricas Histórias e Lendas para contar, Belmonte é um dos locais mais icónicos da região, não apenas pelas suas fortes ligações à cultura judaica mas também pelo seu património arquitectónico e cultural.

img114(1)

Apesar de ser de pequena dimensão, o concelho de Belmonte tem procurado dar-se a conhecer mostrando as suas potencialidades e apresentando-se ao mundo como um destino cultural de eleição, apostando num conjunto de eventos que, ao longo do ano, vão fazendo com que sejam milhares as pessoas que visitam esta Vila.

Um dos maiores eventos de Belmonte e que mais visitantes atrai é a Feira Medieval, altura em que a terra de Cabral volta atrás no tempo e revive épocas medievais, com vários eventos que levarão os visitantes numa viagem até à idade média.

11665423_726517470794002_482001188288322972_n

São cavaleiros e donzelas, cavalos e bruxas, nobres e mendigos, dezenas de figurantes que transfigurarão o centro histórico da Vila que se encherá de vida, som, cor e aromas medievais, com uma feira e várias recriações que farão as delicias de todos.

De 14 a 16 de agosto o centro histórico de Belmonte transforma-se numa espécie de Máquina do Tempo onde os visitantes se perderão, podendo caminhar pelas suas ruas e conhecer a Vila numa perspetiva interessante, uma Belmonte Medieval onde a lenda renasce e onde a imaginação corre selvagem.

img114(1)

A Feira Medieval de Belmonte é uma das maiores da região, atraindo milhares de pessoas, sendo um ótimo exemplo em eventos do género, com um enorme cuidado na escolha de figurantes e adereços, de modo a que a experiência seja o mais real e enriquecedora possível. Uma viagem a épocas medievais apropriada a toda a família!

 

 

Cum caneco!! em Belmonte!

Pode ser loira, ruiva ou morena. Alta e esguia, baixa e anafada, em cone ou em balão. Pode estar numa esplanada, numa praia, na cozinha, na varanda, no pátio ou frente ao sofá.

Há algumas que exigem a temperatura ambiente, se bem que por cá, por terras lusas, gostamos delas bem frescas, geladas, provocadoras, brilhantes e borbulhantes! Não interessa como gostamos dela, é a bebida do verão português por excelência! A bela da cerveja faz-nos companhia durante o estio e para muitos é presença indispensável no frigorifico lá de casa! E se for bebida em boa companhia a equação resulta perfeita!

Em Belmonte a cerveja é rainha nos dias 3, 4 e 5 de julho, e pelo segundo ano consecutivo celebra-se esta bebida com um Festival que promete atrair milhares de pessoas à terra de Pedro Alvares Cabral.

 

11021111_662808457180020_3581873657381648046_n

É um Festival do Caneco, com Caneco e para o Caneco! Aqui a cerveja é muita e artesanal, com várias marcas a mostrarem os seus sabores!

O Caneco Fest, Festival de Cerveja Artesanal e Arte Urbana vai ter direito a cerveja, pois claro, boa cerveja, exposições, oficinas, intervenções artísticas, gastronomia (porque isto de beber sem comer não pode ser) e música, este ano com Os Azeitonas a subirem ao palco no dia 3, no dia 4 de julho é a vez dos Melech Mechaya encherem Belmonte com os seus inebriantes sons e para fechar o Festival, no domingo, sobem ao palco os Sopa de Pedra.

11411671_720830718044460_5709774506659556607_o

No primeiro fim-de-semana de julho todos os caminhos vão dar a Belmonte.

O Caneco Fest é um festival que, apesar de parecer orientado para o público mais jovem, pode ser uma oportunidade para os menos jovens experimentarem os novos sabores da cerveja ou aqueles que já pareciam perdidos no tempo e voltam, agora, renovados, afinal há mais mundo na cerveja do que aquele que as marcas comerciais nos trazem até ao frigorifico, ou até à mesa da esplanada! Vamos lá até Belmonte, mas com juízo, que a cerveja é boa mas enfraquece as pernas!