O Cartoonista soldado da democracia

Ninguém lhes fica indiferente e é impressionante como um rabisco no papel pode ter uma força de tal ordem corrosiva que fere mais que uma arma, falamos do cartoonista.

O Cartoon, e o cartoonista, tem um papel importantíssimo desde tempos históricos, principalmente na sátira. Faz rir muitos, leva outros tantos à reflexão, ofende outros e brutaliza alguns, exemplo disso foram os acontecimentos do passado 7 janeiro em Paris, uma data que ficará marcada na memória de todos. Mas não são acontecimentos destes que farão aqueles que usam o lápis e o papel como armas de luta esmorecer.
Os Cartoonistas –Soldados de Infantaria da Democracia, de Stéphanie Valloatto, é o retrato de doze formidáveis, loucos e trágicos cartoonistas dos quatro cantos do mundo que defendem a democracia com uma só arma: um lápis, correndo com isso, a cada desenho, risco de vida. São franceses, russos, mexicanos, americanos, chineses, venezuelanos, palestinianos, israelitas, tunisinos, entre outros, com uma única missão: defender a liberdade e a democracia, fazendo rir. São heróis dos nossos tempos. Pessoas com coragem. Um filme para ver, refletir e sentir, em exibição no Pequeno Auditório do Teatro Municipal da Guarda, às 21h30 do dia 16 de junho.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *