Artigos

Feira do Vinho do Dão 2017 promete

Os apreciadores de bons vinhos podem reservar, mais uma vez, o primeiro fim-de-semana de setembro para rumarem a Nelas para mais uma edição da Feira do Vinho do Dão.

Nos dias 1, 2 e 3 de setembro o centro de Nelas será o palco da maior feira de vinho do Dão da região. Cerca de 50 produtores estarão presentes nesta que é já a 26ª edição da Feira.

Esta é uma Feira que se orgulha das suas raízes e que procura apresentar um programa diversificado, mas sempre relacionado com o vinho, demarcando-se dos eventos mais “populares”. Não são as festas do concelho, é a Festa do Vinho e aqui o Dão é representado pelos seus melhores produtores, vindos dos quatro cantos da região e não apenas do concelho de Nelas.

Do programa deste ano consta mais uma edição do Musical “As Músicas que os Vinhos Dão” e que em 2017, após uma trilogia apaixonante, entra numa nova Era, com novas histórias em torno do vinho, da região e das suas gentes. Este ano o protagonista será o escanção e é uma história completamente diferente contada através de melodias intemporais e clássicas, mas que continua cingida ao grande amor por esta região tão bela.

“No reino das rolhas perdidas” é pois, o postal de amor a Nelas e a toda a região do Dão, e a proposta para este ano da Contracanto que assina este musical.

Este ano a Feira do Vinho do Dão conta com uma novidade, o Concurso de Vinhos da Feira – Medalha Eng. Vilhena (uma justa homenagem a Alberto Vilhena, considerado o “arquiteto” do Dão). Serão selecionados 10 tintos e 10 vinhos brancos de entre os produtores presentes na Feira e que queiram ir a concurso.

O Concurso de Vinhos não se restringe a si mesmo, podendo os interessados participar na Prova 10+10 com Harmonização gastronómica a cargo do Chef Diogo Rocha do Mesa de Lemos e que irá reunir os 20 vinhos selecionados. Trata-se de uma prova comentada pelo jornalista especialista em vinhos, Luís Lopes, e que dará a possibilidade aos inscritos de provarem aqueles que são considerados os melhores vinhos presentes na edição este ano da Feira. A prova será harmonizada com pratos confecionados pelo Chef Diogo Rocha. A participação neste evento só pode ser feita mediante inscrição e o pagamento de 25€.

O Chef Diogo Rocha é um dos nomes de referência nesta Feira, sendo uma visita assídua nos últimos anos, participando em diversos momentos com a sua assinatura e dando a conhecer a gastronomia local reinventada.

Este ano não será diferente, estando prevista uma ação para o último dia do evento e que promete surpreender. A Máquina do Tempo do Diogo Rocha promete ser um espaço de diálogo onde se pretende debater o futuro da Feira do Vinho do Dão enquanto o Chef demonstra através de algumas criações gastronómicas a sua visão culinária para 2020. Para participar neste momento é necessário fazer uma inscrição validada mediante o pagamento de 20€.

As noites também prometem ser animadas, com a presença de alguns Dj’s bem conhecidos do público como André Henriques (antigo locutor da RFM) que irá apresentar o seu set na sexta-feira, Wilson Honrado (Rádio Comercial) que comandará a noite de sábado e Gryzzler, que de resto atuará todos as noites, mas que no domingo, junto com os 2Mates será o responsável pelo fecho da animação da Feira.

A par destes momentos, durante a Feira será apresentado o livro “Territórios Vinhateiros de Portugal” da AMPV. Haverá um espaço dedicado aos mais novos. No segundo dia pode participar no “Dão Património de conhecimento”, um espaço onde se irá debater o Dão e fazer algumas provas de vinhos velhos do Dão.

Decorrerá também, no sábado, o IV Torneio Internacional de Futebol Veterano Feira do Vinho do Dão e o Torneio de Futsal Sénior ABC de Nelas e no domingo a X Maratona BTT do Dão e o FIT Club.

Nesta edição será ainda homenageado o Sr. José Carlos Lopes Oliveira pelo seu contributo à região.

Há muito para ver, ouvir e degustar nesta edição da Feira do Vinho do Dão que irá decorrer em Nelas, na Praça do Município nos dias 1, 2 e 3 de setembro!

 

Vítor de Sousa no Ciclo Nelas por Vocação

Continua o Ciclo de Conferências “Nelas por Vocação: 10 Conferências, 10 Convidados”, cujo objetivo é trazer ao espaço público, uma quinta-feira por mês, a discussão de grandes temas relacionados com a realidade local e nacional.

 

Todos os meses há um convidado especial e para o mês de fevereiro, a conduzir a conferência que decorrerá no dia 23 estará o ator Vítor de Sousa numa sessão a ter lugar pelas 20h45 em Lapa do Lobo, no edifício da Contracanto Associação Cultural.

“Do tal Canal ao estado atual”, é o nome desta Conferência, a quinta desta iniciativa.

Vítor de Sousa é um nome incontornável no panorama cultural português e não é invulgar vê-lo por terras de Nelas, tendo já participado em algumas iniciativas culturais que decorreram no concelho, como por exemplo, no Musical que já é parte integrante do programa da Feira do Vinho do Dão de Nelas e que decorre no primeiro fim-de-semana de setembro.

É um homem de letras e de palavras que nos habituou à sua vertente camaleónica, vestindo a pele de diversos personagens. Começou a sua carreira nos anos 60 e atravessou vários momentos históricos, modas e tendências, vários modos de ser ator. Do palco à televisão passando pelo cinema e pelos espetáculos ao vivo, iremos perceber, nesta conferência, como é que este ator com alma de poeta olha para a sua profissão e para a cultura da Era Digital.

Chef Vítor Sobral em Conferência de Papo Cheio em Nelas

Continua o Ciclo de Conferências “Nelas por Vocação” que pretende trazer para o espaço público, uma quinta-feira de cada mês, em dez edições, a discussão de grandes temas relacionados com a realidade local e nacional, sempre conduzida por um convidado público.

O mês de Janeiro é dedicado à culinária com o Chef Vítor Sobral como convidado numa Conferência ter lugar no dia 26 de Janeiro, pelas 20h45 no restaurante “Zé Pataco” em Nelas.

“De papo cheio” é o nome desta Conferência que decorrerá em Nelas e que nos irá remeter a um dos passatempos favoritos dos portugueses:  falar de comida. Seremos, muito provavelmente, um dos poucos povos que consegue discutir as iguarias ausentes, enquanto está sentado à mesa debatendo-se com outras.

Como construímos essa identidade? Que papel tem a gastronomia Beirã no todo nacional? E o que é isso de ser Chef? Estas serão algumas das questões a abordar nesta Conferência de fazer crescer água na boca!

O Chef Vitor Sobral é uma referência na culinária nacional.

Nascido na margem sul do Tejo enraíza a sua matriz de sabores nos paladares do litoral alentejano. Já esteve nos restaurantes mais conhecidos e hoje tem os seus próprios espaços na Tasca da Esquina e Cervejeira da Esquina em Lisboa.

Pelo reconhecimento dos seus esforços, dom e talento, o Chef Vitor Sobral recebeu, entre muitos outros reconhecimentos, o grau de comendador da ordem do Infante D. Henrique. É Chef consultor gastronómico de marcas como a TAP, Vista Alegre, Silampos, Oliveira da Serra, Norge, entre outros.

Vítor Sobral será o convidado especial da quarta Conferência promovida pela Câmara Municipal de Nelas.

Nelas com Mercado de Natal

O Natal já está em todo lado e multiplicam-se as atividades em torno desta época festiva! As cidades, vilas e aldeias vestem-se de luz e cor, e no ar a alegria contagia todos!

Há, no entanto, um problema comum a todos nesta época. O que comprar? Para ajudar nesta demanda, por vezes herculana, algumas localidades apostam na dinamização de espaços onde as pessoas da região podem dar a conhecer os seus produtos e onde outras pessoas podem adquirir presentes originais para oferecerem a quem mais gostam neste Natal.

É o caso de Nelas e do seu Mercado de Natal que já é, por estes lados, uma tradição, e que decorrerá, no centro da Vila, entre os dias 8 e 11 de dezembro.

O Mercado de Natal em Nelas tem assumido contornos de grande importância sendo, neste momento um dos eventos mais importantes no programa anual do município. Para a edição deste ano podemos contar com algumas atividades que já são parte integrante do Mercado de Natal, como a montra de artesanato, gastronomia, Produtos da Terra, Vinho do Dão e Associações.

O Mercado de Natal deste ano irá contar, também, com uma Feira do Livro, com livros a partir de 1€ e que contará com a presença do Grupo Leya, Porto Editora, Presença, Minutos de Leitura e Kalandraka.

As crianças também terão espaços dedicados à brincadeira e fantasia com a presença do Pai Natal, um local dedicado ao Correio de Natal, pinturas e desenhos e ainda insufláveis!

Em Nelas há sempre um espaço de solidariedade e o Mercado de Natal não é exceção. Este ano conta com uma iniciativa que apela à recolha de livros que irão reverter a favor da Associação das Aldeias de Crianças SOS de Portugal.

mercado-natal-nelas

A gastronomia marcará presença com o Festival das sopas e das Bifanas com os finalistas de Nelas e Canas de Senhorim.

 

O programa

Não deixe de passar pelo Mercado de Natal de Nelas, entre os dias 8 e 11 de dezembro!

A animação a começa às 17h00 do dia 8, com direito a Bombos do Paço a animarem as ruas de Nelas, e com a chegada do Pai Natal em carro antigo e muito bem acompanhado pelo Dão Nelas BTT. No primeiro dia haverá animação fotográfica, pintura de rua e uma oficina de pintura! Às 18h00 atua o Coro da Universidade Sénior de Nelas e a Contracanto com músicas do “Conto de Natal”. Os mais pequenos poderão divertir-se na Happy Hour 4 Kids – A festa do Banana e a tarde termina com a Christmas Night Run.

O dia 9 começa com animação infantil a cargo da Lulo Esfregona e a Lála Brincalhona. Ao final da tarde, destaque para o teatro com a companhia Hábitos que nos trará a peça “Os Duendes do Circo”.

No dia 10 de dezembro a tarde começa com a construção do presépio e com uma Prova Cega “Vinhos do Dão à Descoberta”. Este dia terá ainda mais uma atividade dedicada ao vinho, não estivéssemos no coração da região Demarcada do Vinho do Vinho do Dão, com a atribuição das medalhas e diplomas do concurso, “La Selezione del Sindaco”.

A entrega contará com a presença dos produtores do vinho do concelho que foram premiados, como a Quinta do Sobral, Fontes da Cunha e Vinossantar – Fidalgas de Santar. Durante o dia haverá ainda lugar para um Atelier de Pintura, de Decorações de Natal e uma oficina Natalicia de Danças de Salão.

Não deixe de assistir aos momentos musicais, pela Sociedade Musical 2 de Fevereiro de Santar e a Cãominhada.

O último dia do Mercado de Natal contará com a continuação das Provas Cegas “Vinhos do Dão à Descoberta”, numa tarde onde terá lugar o Atelier de Decorações de Natal, uma sessão de Stand Up Comedy com o espetáculo de João Seabra “A falar para o boneco”. Os mais novos poderão assistir ao espetáculo “O Casarão Misterioso” de Teresa Fonseca. O Coro infantil do Bairro da Igreja e os Serões da Beira Alta irão tratar da animação musical deste dia a par da Tuna Feminina da Universidade da Beira Interior “As Moçoilas”, da Covilhã, e da Copituna D’Opidana – Tuna Académica da Guarda.

 

Uma Feira para beber o Dão

Preparem a curiosidade e abram as vossas papilas gustativas! Portugal é mais que vinho do Porto ou do Alentejo, mais que vinho verde e da Madeira.

Há novos e surpreendentes néctares a insurgirem-se no mercado, de forma muito positiva, diga-se, arrancando largos elogios da critica nacional e internacional que vê neles uma lufada de ar fresco no universo vínico.

Os vinhos da Região Demarcada do Dão estão a “sair da casca” e começam a conquistar um lugar de destaque não apenas nas prateleiras dos supermercado mas nas garrafeiras das mais conceituadas casas e galerias de vinho.

São vinhos elegantes e que demonstram o que torna esta região do centro de Portugal tão especial.

O trabalho de divulgação dos Vinhos do Dão tem vindo a ser mais intenso com Viseu e Nelas a quererem que este segredo deixe de estar guardado nas caves de alguns, e se torne em mais um cartão de visita desta região.

Nelas tem apostado fortemente na divulgação dos seus produtores sendo que o evento maior do concelho está associado ao vinho.

A Feira do Vinho do Dão assinala este ano a sua 25ª edição.

Assume-se como sendo o maior evento em torno deste vinho, enaltecendo os seus produtores e as suas castas, apresentando o Vinho do Dão como o exemplo palpável da essência das suas gentes e o maior legado que a história da região deixa aos seus descendentes.

Em 25 anos de Feira, este evento tem vindo a registar um crescimento substancial e são cada vez mais as pessoas que procuram este certame para ficarem a conhecer melhor os vinhos e produtores do Dão, assim como a sua gastronomia e parte da sua cultura e tradições.

_JPC6920-1

E vale a pena, vale muito a pena ir até Nelas no primeiro fim-de-semana de setembro e de copo na mão dar-se ao prazer de descobrir os vinhos do Dão pelas mãos de quem os produz e ficar a conhecer os seus segredos, as suas elegantes nuances e contornos e deixar-se deambular por este universo singular que é o dos Vinhos do Dão.

_JPC7592-1

Mas há mais para ver e fazer na Feira do Vinho do Dão!

A organização preocupa-se em chegar a todo o tipo de público, como a terceira edição do Musical produzido pela Contracanto, “As Músicas que os Vinhos Dão” que reúne dezenas de atores num espetáculo único, produzido propositadamente para este evento e que procura enaltecer a história das gentes da região, num cenário impressionante, com espetáculos a acontecerem em todas as noites do evento.

_JPC5977-1

Outra das apostas do Município m relação à programação da Feira do Vinho do Dão passa pela divulgação do seu património gastronómico, associando-o ao vinho, com o Chef Diogo Rocha, do Restaurante Mesa de Lemos, a ser o principal ator, apresentando na edição deste ano aquilo que batizou de Menu 25, claramente inspirado nas Bodas de Prata do evento, onde irá criar uma receita inspirada em 25 vinhos selecionados por Luís Lopes, Diretor da Revista de Vinhos. Este será um momento especial para os apreciadores de gastronomia e decorrerá no sábado, dia 3, pelas 11h00.

Mas há mais nesta Feira do Vinho do Dão, com a promoção de um encontro de Confrarias Báquicas e Gastronómicas apadrinhado pelo Chef Hélio Loureiro e Mário Louro, na tarde de sábado.

A gastronomia é uma grande aposta da Feira do Vinho do Dão com a Praça de Alimentação a crescer e a receber mais restaurantes e a proporcionar um leque variado de opções para os que quiserem almoçar ou jantar no recinto da Feira.

A animação será uma constante nas noites do evento a começar na sexta-feira com um Wine Sunset num final de tarde que promete ser inesquecível.

O final de noite da Feira será sempre acompanhado de uma festa, a #FVD Party com Bandas locais e Dj’s a animarem os presentes.

Esta será uma edição especial e por isso estão preparadas algumas iniciativas como o lançamento de um romance inspirado na história de Santar, Nelas e da região.

“O tempo certo do Vinho” é da autoria de Sandra Leal e o livro será dado a conhecer no sábado pelas 16h00.

Outra das iniciativas em torno das Bodas de Prata é a prova de vinhos exclusiva que irá decorrer no sábado pelas 11h00. “25 Anos, 25 Vinhos”, vai reunir, tal como o nome indica, 25 vinhos de 15 produtores, cuidadosamente selecionados por Luís Lopes e pelo enólogo Anselmo Mendes.

Não é apenas a feira do Vinho do Dão que comemora 25 anos, também os vinhos Quinta de Cabriz assinalam as Bodas de Prata e associam-se ao evento numa festa no domingo, onde será confecionado e decorado ao vivo um bolo gigante de 250kg.

São muitos os motivos que nos levam a sugerir a Feira do Vinho do Dão, que decorre nos dias 2, 3 e 4 de setembro, em Nelas. Será um fim-de-semana especial não apenas para os apreciadores de vinho mas para todos aqueles que querem descobrir o Dão.

Rally em Nelas mais cedo este ano

Aqueles que pensam que a região do sopé da Serra da Estrela se resignou ao fado da crise estão bem enganados.

São muitas as atividades e iniciativas públicas e privadas que fazem com que esta seja uma região cheia de vida e dinâmica, merecedora da nossa admiração e apoio. Exemplo disso mesmo é o município de Nelas que se tem destacado no panorama nacional pelas suas iniciativas e projetos que tem vindo a fazer com que a região Demarcada do Dão deixe a sua marca e atraia investimento e visitantes.

São iniciativas como a Feira do Vinho do Dão em Setembro que fazem com que a marca do Dão seja conhecida e reconhecida pelo seu elevado valor.

Mas Nelas não se fica apenas pela Feira do Vinho do Dão ou pelas suas termas. A aposta do município também passa pelo desporto e no ano passado o Rally Vinho do Dão voltou a fazer pó pelas estradas do concelho e este ano voltará a fazer o mesmo!

ligamos

Nos dias 27 e 28 de Maio as estradas de Nelas serão invadidas e recarregadas de energia e adrenalina com o barulho dos motores do Rally e os gritos entusiastas dos milhares de aficionados que não perdem a oportunidade de ver os seus pilotos a traçarem os caminhos do concelho.

Nelas retoma, assim, a presença nas provas e campeonatos de automóvel numa prova que devolve a paixão automobilística ao concelho.

A prova, organizada pelo Clube Automóvel do Centro (CAC) e Federação Portuguesa de automobilismo e Karting (FPAK)e com o apoio da Câmara Municipal de Nelas, começa no dia 27 com uma Super Especial noturna em perímetro urbano e no dia 28 os pilotos fazem-se à estrada competindo pelos melhores tempos e melhores performances nos diferentes troços que percorrem o concelho, acompanhados pela beleza paisagística do Dão.

O Rally Vinho do Dão será a 3ª prova do Campeonato de Ralis FPAK e a 1ª Prova do Campeonato Regional do Centro.

 

 

Pelas estradas:

http://heartbeat.pt/estradas-serra-estrela/

Vinhos do Dão conquistam Vinalies em França

E mais uma vez os vinhos da Região do Dão voltam a dar cartas e a receber medalhas em concursos internacionais.

Desta vez foi em França, na Vinalies, que Portugal viu os seus vinhos receberem 34 medalhas de ouro e 61 de Prata. Um total de 95 medalhas de entre as 1032 atribuídas. Em relação ao ano passado o nosso país melhorou, já que em 2015 tinham sido atribuídas 79 medalhas.

Melhor que Portugal só mesmo a França (a jogar em casa).

Na Vinalies estiveram em prova cerca de 3500 vinhos avaliados por cerca de 150 elementos. A prova decorreu entre 26 de fevereiro e 1 de março.

Nas medalhas de ouro, atribuídas a Portugal, encontramos vinhos da região Demarcada do Dão.

Na categoria de Brancos a Casa da Passarella o Oenologo Dão Cruzado 2014 da Casa O Abrigo Da Passarela.

casa-da-passarella-encruzado-enologo-2013-white-wine

Na categoria de vinhos tintos, receberam medalhas de ouro os vinhos Casa da Ínsua Dão Colheita 2012

Tinto-Casa-da-Ínsua-Colheita-2012_Medalha-de-Ouro_Vinalies_2016-e1457521757977

e Quinta dos Carvalhais Dão Touriga Nacional 2012.

carvalhais tinto

Outros medalhados foram o Quinta dos Carvalhais Duque de Viseu Touriga Nacional de 2013 e o Quinta dos Carvalhais Duque de Viseu Touriga Nacional de 2010.

A Revista de Vinhos gosta do Dão

A revista de Vinhos, uma das mais conceituadas publicações do género em Portugal, já anunciou aqueles que considera serem os melhores do país na área do vinho.

A Gala que teve lugar no passado dia 12 de fevereiro, premiou vinhos, produtores, campanhas, enólogos, entre várias outras categorias que compõem o universo do nosso vinho.

A Região do Dão esteve em destaque nesta edição que decorreu no Velódromo de Sangalhos, recebendo algumas distinções, nomeadamente na categoria de Revelação do Ano, Organização Vitivinícola do Ano e Campanha Publicitária do Ano.

A Caminhos Cruzados foi distinguida como sendo a Revelação de 2015. Este é um projeto com sede em Nelas, e assume-se como o símbolo de um Dão cada vez mais ambicioso. A visão de Paulo Santos, a gestão de Lígia Santos e a enologia de Carlos Magalhães e Manuel Vieira fazem da Caminhos Cruzados uma história de sucesso que ainda agora começou.

A Comissão Vitivinícola Regional do Dão venceu na categoria de Organização Vitivinícola do Ano. A missão da CVRDÃO pode resumir-se numa frase: pôr o Dão no mapa dos vinhos portugueses. Ou “repor”, para sermos mais exatos. A CVR do Dão assumiu a missão e atacou em várias frentes: o enoturismo, a promoção internacional, a organização de eventos marcantes a nível nacional.

A região reforça a sua presença nas bocas do mundo e nos copos dos apreciadores.

A Casa da Passarella também foi distinguida nesta Gala com a Campanha Publicitária “Uma história escrita com vinho”. O vinho é muita coisa. É trabalho, é prazer, é partilha. Memória, alegria, sofrimento, paixão. No vinho cabem muitas histórias e por trás de cada um há sempre uma história. E é nessas histórias que assenta a campanha da Casa da Passarella – seis vinhos, seis histórias, seis portas que se abrem para uma partilha mais completa. Estes vinhos trazem um texto e um contexto.

melhor de portugal

Nesta Gala a Revista de Vinhos destacou, ainda, os grandes vinhos portugueses de 2015, sendo que a Região Demarcada do Dão também teve a sua representação com a Revista a sugerir os seguintes vinhos:

 

António Madeira Vinhas Velhas

Dão tinto 2012

António José Madeira

A barrica não esconde a fruta muito pura e expressiva, com apontamentos de terra e minerais, num estilo muito leve e elegante. Grande frescura de boca, super equilibrado, com tudo no sítio, um Dão à antiga, no melhor sentido.

 

Cabriz 25 Anos

Dão tinto 2011

Global Wines

Resulta da selecção das melhores 10 barricas da casa, com Touriga Nacional, Aragonês, Baga e Tinto Cão. Vê-se que foi feito para durar, com aroma elegante que contrasta com um sabor cheio, com taninos firmes e acidez viva. Final longo, apimentado e pontuado por leves amargos vegetais. Tudo muito personalizado e para crescer em garrafa.

 

Casa da Passarella O Fugitivo

Dão Garrafeira branco 2013

Casa da Passarella

Cor dourada. Mostra nariz contido, com pouca fruta. Muito equilíbrio e profundidade, harmonioso, com flores secas discretas e notas minerais. Denso e encorpado, com acidez integrada, um branco enorme, de grande harmonia e promessa de futuro. Brilhante.

 

Casa da Passarella O Fugitivo Vinhas Centenárias

Dão tinto 2012

Casa da Passarella

Aroma discreto e suave, com frutos vermelhos, serra, muita leveza e delicadeza. Subtil e franco na boca, com taninos finos e acidez envolvida, encanta pela leveza, profundidade e polimento. Um novo e antigo Dão.

 

Druida

Dão Encruzado Reserva branco 2013

C2O

Oriundo de vinhas de altitude (500 metros) é um vinho que impressiona pela forte mineralidade, com notas de sílex que se envolvem com a levíssima tosta da barrica e as nuances citrinas da casta. Cremoso, distinto, brilhante de frescura, tem tudo para crescer em garrafa.

 

Flor das Maias

Dão branco 2012

Soc. Agr. Faldas da Serra

Feito sobretudo de Encruzado e com barrica. Muito bem no perfil, todo austero mineral, apenas com leve floral no fundo. Muito potente na boca, fresco e com bela acidez, novamente mineral com notas de silex intensas. Belíssima evolução, está um grande branco do Dão.

 

Paço dos Cunhas de Santar Vinha do Contador

Dão tinto 2009

Paço de Santar – Vinhos do Dão

Excelente e muito bem integrada barrica, fruto opulento e vivo sem qualquer evolução, excelente equilíbrio de boca, taninos suaves e apimentados, muita complexidade, volume e persistência.

 

Pape

Dão tinto 2011

Quinta da Pellada – Álvaro Castro
As quintas da Passarela e da Pellada dão origem a este belíssimo tinto que conjuga concentração e elegância, fruta de cereja madura, enorme frescura e expressividade, com apontamentos minerais a conferir classe. Muito carácter. E o álcool moderado é um bónus.

 

Pedra Cancela Signatura

Dão tinto 2012

Pedra Cancela Vinhos do Dão

Fruta madura, notas vegetais, leves balsâmicos, registo sério e sisudo. Boa textura de boca, taninos finos asseguram-lhe longevidade, a alegria da fruta torna a prova muito agradável e a barrica está no ponto.

 

Quinta da Falorca Lagar

Dão Reserva tinto 2010

QVE – Sociedade Agrícola de Silgueiros

Intenso na cor, conjuga discretos apontamentos florais e de frutos vermelhos com notas de vegetais secos e pimenta. Profundo, concentrado mas não pesado, o tempo de garrafa deu-lhe complexidade e elegância, mantendo o mix de sobriedade e frescura que caracteriza os vinhos desta casa de Silgueiros.

 

Quinta de Pinhanços Altitude

Dão branco 2011

Quinta da Pellada – Álvaro Castro

Vendido propositadamente mais tarde que o habitual. Ligeira evolução mas só na cor, de resto nota mineral excelente, vidrado, conjunto austero e muito interessante. Prova de boca com volume, cremoso até, silex, todo em frescura e complexidade, termina longo. Muito bem.

 

Quinta dos Carvalhais Branco Especial

Dão branco

Sogrape Vinhos

Lote de várias colheitas. Amarelo dourado na cor, aroma muito rico e complexo, com notas de resinas e mel, de compotas e leve nota de pólvora. Na boca é volumoso, surpreende pela excelente acidez que sustenta a estrutura e lhe confere uma enorme aptidão gastronómica.

 

Quinta dos Carvalhais

Dão Encruzado branco 2014

Sogrape Vinhos

Grande delicadeza aromática, assente numa fruta muito delicada e numa barrica de grande qualidade que apenas confere leves notas de tosta. Estruturado e amplo na boca, acidez exemplar e textura de seda.

 

Quinta dos Roques

Dão Encruzado branco 2014

Quinta dos Roques

Muito bem aromaticamente com o perfil austero da casta em harmonia com um lado citrino mais acessível. Muito bem igualmente na boca, mineralidade em alta, barrica discreta, acidez belíssima e um final que se projecta. Uma das melhores edições de sempre.

 

Ribeiro Santo Vinha da Neve

Dão branco 2014

Magnum Carlos Lucas Vinhos

Excelente presença aromática, super elegante, com delicados citrinos de limão e laranja, fumados de barrica muito discretos, sugestões de pedra molhada. Impressiona pelo brilho e frescura que dele emana, é um magnífico exemplo de Encruzado jovem, entusiasmante pelo que promete de futuro. Estará perfeito com mais um ou dois anos de garrafa.

 

Ribeiro Santo Vinha da Neve

Dão tinto 2011

Magnum Carlos Lucas Vinhos

É um excelente exemplo da harmonia que é possível alcançar nos melhores tintos do Dão. Bagas silvestres, eucalipto, especiarias, taninos presentes mas finos e polidos, barrica muito bem integrada a envolver tudo sem se sobrepor. Muito bem.

 

Varanda da Serra

Dão branco 2014

Ares do Dão

A segunda edição desta marca difere da anterior pelo mais afinado uso da barrica, aqui em perfeito diálogo com a fruta citrina, a especiaria e a mineralidade das vinhas velhas. O vinho cresceu em sofisticação, frescura e carácter, é um branco distinto, muito elegante e que vai ter um enorme futuro. A garrafa magnum ajuda, claro está.

 

Villa Oliveira

Dão branco 2012

Casa da Passarella

Encruzado. Bela intensidade aromática, flores brancas, muito mineral, barrica no ponto, nota a mel, mantém o perfil borgonhês. Prova de boca com potência, larga e muito saborosa, talvez mais fresco e tenso que a edição de 2011 mantendo a precisão. Final imponente que crescerá com estágio em garrafa.

 

Agora é só escolher. Se preferir, e não se importe de aguardar algum tempo, sugerimos que no primeiro fim-de-semana de setembro visite a Feira do Vinho do Dão, em Nelas, onde poderá encontrar grande parte destes vinhos e fazer uma degustação, depois é só comprar!

 

 

 

 

O Carnaval 2016 em imagens

O Carnaval anda pelas ruas e não há terra em que não haja um folião!

O fim-de-semana de Carnaval foi de festa e na região não faltaram motivos para sair à rua, mesmo com o S. Pedro a prometer umas partidas! O tempo, apesar de frio, lá foi ajudando a que as pessoas se juntassem e enchessem as ruas de cor e animação.

Reunimos alguns dos momentos mais altos que se viveram por cá!

 

Guarda

Julgamento do Galo

c_guarda1

(Fotografia: Município da Guarda)

Na Guarda os males foram expiados, a sentença foi lida e o galo executado perante os apupos e a exaltação das milhares de pessoas que acompanharam o desfile que saiu na Alameda e terminou na Praça Luís de Camões. Espera-se, agora que os males foram destruídos, que o ano corra melhor e que as lições tenham sido aprendidas!

c_guarda2

(Fotografia: Município da Guarda)

 

Nelas

Todos juntos pelo Carnaval

c_nelas1

(Fotografia: Fernando Neto)

A folia saiu à rua à boa maneira portuguesa, com a população a juntar-se às centenas com carros alegóricos e máscaras que primaram pela qualidade e originalidade. Nesta festa juntam-se Associações de Nelas e Canas de Senhorim num trabalho que surpreende!

c_nelas3

(Fotografia: Fernando Neto)

 

Celorico da Beira

O Carnaval do Queijo

c_celorico2

(Fotografia: Município de Celorico da Beira)

Em Celorico da Beira o Entrudo viveu-se ao sabor do queijo, com a Feira dedicada ao produto e que trouxe muita animação à Vila. Pelas ruas não faltaram os desfiles!

c_celorico1

(Fotografia: Município de Celorico da Beira)

 

Pinhel

A Feira do Carnaval

c_pinhel1

(Fotografia: Município de Pinhel)

A cidade Falcão chamou milhares de pessoas à sua Feira das Tradições. Um programa cheio de eventos e momentos inesquecíveis. Também as ruas foram o palco dos foliões que não quiseram deixar de viver o a festa mais animada do ano!

 

c_pinhel2

(Fotografia: Município de Pinhel)

 

Sabugal

O Carnaval Gordo

sabugal2

(Fotografia: Município do Sabugal)

 

No Sabugal o Porco foi rei de um entrudo que se quer gordo e onde não faltaram as matrafonas!

c_sabugal2

(Fotografia: Município do Sabugal)

 

Seia

Carnaval com sabor

c_seia2

(Fotografia: Município de Seia)

 

Em Seia o Carnaval viveu-se com a tradição do Queijo e a festa trouxe centenas de pessoas a esta cidade. O Queijo e a sua cultura foram os reis deste Entrudo cheio de sabor serrano!

c_seia1

(Fotografia: Município de Seia)

 

Gouveia

A Tradição ainda é o que era!

c_gouveia1

(Fotografia: Município de Gouveia)

Em Gouveia a festa saiu à rua um desfile cheio de cor e sátira!

c_gouveia2

(Fotografia: Município de Gouveia)

O Carnaval na região vive-se com alegria, folia, tradição e sabor. É um Carnaval que vai buscar às raízes a sua inspiração. Aqui não há samba, mas há carros alegóricos, imaginação, sátira e expiação. O Carnaval na região serve para esquecer os problemas, dizerem-se umas verdades, algumas mentiras e para se aproveitar, soltar a energia e conviver!

 

 

 

 

 

 

 

 

O Carnaval na Serra é que é!

Ainda mal tínhamos digerido as rabanadas e os sonhos e eis que nos preparámos para mais festa!

O Carnaval veio cedo mas cheio de folia e, um pouco por toda as aldeias, vilas e cidades, preparam-se os corços de carnaval para os desfiles que marcam esta data.

Por cá o Carnaval é aproveitado por muitas autarquias para apresentarem a região em Feiras e mostras. É o caso de Celorico da Beira, Seia e Gouveia que fazem a Festa em torno do Queijo da Serra.

Em Manteigas pode visitar a ExpoEstrela, já em Pinhel tem lugar a XXI Feira das Tradições, em Belmonte decorre a III Feira tradicional de Enchidos e Sabores, na Guarda queima-se o Galo enquanto que no Sabugal o porco é o rei da festa.

Na Covilhã o Carnaval volta às origens e em Nelas celebra-se a dobrar! Conheça os pontos altos destas Festas!

 

Covilhã

Carnaval da Neve

cartaz_carnaval covilha

Na Covilhã o Carnaval é da Neve e este ano marca o regresso da tradição, voltando ao local onde tudo começou.

Em 1952 a Antiga Colónia Infantil da Montanha acolhia o primeiro de muitos bailes de Carnaval na Serra da Estrela.

Com o tempo o edifício foi-se degradando e o Carnaval da Neve foi sendo organizado noutros locais. Este ano volta às origens já que a renovada Pousada da Juventude possui as condições necessárias para acolher este evento.

De 5 a 9 de fevereiro são vários os eventos que combinam neve e desporto com diversão e folia, numa organização do Clube Nacional de Montanhismo com o apoio do Município.

No dia 5 o destaque vai para a animação nas ruas da cidade com um concerto na Pousada de Juventude, um desfile e uma Mega Aula de Zumba, ainda o Portugal Snowtrip’16 no Torre alta Club.

O dia 6 será dedicado à neve com o Open Ski Carnaval da Neve na Estância de Ski Serra da Estrela, à noite terá lugar o Grande Baile de Carnaval da neve com o tema Old Ski 50 no Torre Alta Club, seguido do Karnival Party – Portugal Snowtrip com os Djs Garotas de Ipanema e Edgar Marquez.

No dia 7 tem lugar o Apreski Sbowtrips at Portugal, na Estância de Ski. No dia 8 festeje o Carnaval no Torre Alta Club numa Dj Party. O dia 9 ficará marcado pelo Enterro do Entrudo nas ruas da cidade.

 

 

Belmonte

III Feira Tradicional de Enchidos e Sabores

cartaz_carnaval belmonte

Nos dias 6 e 7 Belmonte enche-se de sabor na terceira edição da Feira Tradicional de Enchidos e Sabores, no Pavilhão Multiusos.

A animação vai andar em torno da Feira com muita música tradicional pelas ruas, e no dia 6 com o Baile de Carnaval com o grupo Replay. O dia 7 começa com uma caminhada Carnavalesca, seguida da mostra tradicional de enchidos. O dia será marcado por muita música tradicional com o Rancho Folclórico dos Três povos e os “Sons da Terra”.

 

Manteigas

Expo Estrela

cartaz_manteigas

Este é um evento já bem conhecido de todos na região. A Expo Estrela reúne cerca de 70 expositores que mostram o que de melhor a região tem no que diz respeito à economia, gastronomia e cultura.

Este ano o cartaz é de arromba e traz a Manteigas nomes conhecidos do panorama musical nacional.

A festa começa do dia 6 a Banda Boa União a fazer as honras à casa. No dia 7 manteigas recebe o Trio Jorge Palma & Orquestra de Sopros Música Nova, seguidos dos The Sweet Children. A segunda-feira também promete muita animação com Funk Pop Música seguido de um concerto dos D.A.M.A., no pavilhão Centro Cívico.

O dia de Carnaval também será animado com a prova de Queijo Serra da Estrela, música e o Desfile de Carnaval.

 

Sabugal

O Entrudo Gordo

cartaz_sabugal_gordo

No Sabugal o Entrudo é Gordo em homenagem às tradições associadas à matança do porco que era, e ainda é, tradição na ruralidade do concelho por estes dias do ano, o porco, é portanto, o Rei do Carnaval do Sabugal.

O Carnaval tem 5 dias neste concelho raiano, de 5 a 9 de fevereiro e durante esse período os restaurantes da região irão render-se aos sabores com a atividade “Os Nossos Sabores”, confecionando pratos alusivos a esta época de folia.

No dia 6 de fevereiro a freguesia do Soito acolhe o VII Capitulo da Confraria do Bucho Raiano enquanto que em Penalobo haverá o “Desamuar do Forno e Ronda dos Pipos. Em Quarta-Feira haverá o “Pão da Nossa Aldeia” e no domingo será a leitura da “Fama do Entrudo”, enquanto que a Lageosa da raia acolhe a Capeia de Carnaval.

No sabugal a Festa desenrola-se ao ritmo do Baile de Finalistas e em Aldeia Velha terá lugar o Baile de Carnaval.

No domingo, a partir das 15h00 sai pelas ruas do Sabugal o Desfile de Carnaval. De 7 a 9 de fevereiro, Aldeia do Bispo recebe o Mercado da Terra, e no dia 7, aqui, terá lugar a Largada, Desfile e Garraiada.

 

Guarda

O carnaval engalanado!

cartaz_guarda

Entre os dias 5 e 8 de fevereiro a cidade mais alta acolhe o GuardaFolia, que começa com um desfile carnavalesco pelas ruas do concelho, com cerca de 2000 crianças a encherem as ruas de cor e alegria, sob a temática dos Contos Infantis.

Para domingo está programada, logo pela manhã, a Fun Run que promete aquecer todos para o Julgamento do Galo que terá lugar à tarde, a partir das 15h00, um evento que, este ano, conta com a colaboração de 23 freguesias que participarão ativamente no desfile e no espetáculo.

O desfile começa na Alameda de Santo André e segue em direção à Praça Luís de Camões onde o Galo será Julgado e queimado e assim o mal será exorcizado e a esperança poderá renascer. Nesta edição contará com aves/galináceos que o irão acusar ou defender.

Para segunda-feira está previsto o espetáculo “Juntos em Revista” com Marina Mota e Carlos Cunha, no TMG a partir das 21h30.

Entretanto de 5 a 8 de fevereiro os visitantes poderão apreciar as Tabernas do Entrudo que irão funcionar em vários espaços do Centro Histórico e que conta com a colaboração de várias associações, comerciantes e empresários do concelho que irão disponibilizar várias iguarias alusivas ao carnaval.

 

Pinhel

XXI Feira das Tradições e Atividades Económicas

cartaz_pinhel

Em Pinhel o Carnaval é acolhido com a Feira das Tradições e Atividades Económicas que promete trazer milhares de pessoas à cidade Falcão. O Cartaz conta com grandes nomes como os Xutos & Pontapés que dão um concerto no dia 6 às 23h30, num dia que será pautado pelo Desfile Carnavalesco pelas ruas de Pinhel e pela inauguração do certame.

No sábado do dia será marcado por muita música e pelo concerto de Diogo Piçarra às 23h30 seguido de Orquestra Grafitti e Mastiksoul.

O dia 7, domingo, terá a animação garantida por vários grupos de concertinas. Às 21h30 arranca o Baile de Carnaval com concurso de Máscaras.

 

Celorico da Beira

Feira do Queijo

cartaz celorico

Em Celorico da Beira o Queijo é o Rei do Carnaval, com as atividades a terem já começado no passado fim-de-semana com o Programa Somos Portugal a animarem todos os que visitaram a Vila.

Na sexta feira, dia 5, há muita música a animar os visitantes da Feira do Queijo. No sábado o destaque vai para a Revista à Portuguesa “P´ro Diabo Kus Carregue” no Centro Cultura. Domingo começa com uma Caminhada passaporte “Rota do Queijo” com degustação e termina com o concerto de Quim Barreiros.

É também no domingo que tem lugar o desfile carnavalesco pelas ruas da cidade. Aproveite para conhecer o verdadeiro Queijo da Serra da Estrela!

 

Seia

Feira do Queijo Serra da Estrela

cartaz_carnaval seia

 

Esta é uma Feira que pretende promover o Queijo Serra da Estrela, considerado uma das 7 maravilhas da gastronomia nacional, apresentando-se como tendo um papel importante no sector e na valorização da marca do Queijo Serra da Estrela e do território.

Serão 4 dias de animação em torno do Queijo, com showcookings, Mercado do Queijo, artesanato, mostras de produtos locais, recriação da Quinta do Pastor, Mostra do Cão Serra da Estrela e tasquinhas. Haverá, ainda, demonstrações ao vivo de produção de queijo e requeijão, ordenha de ovelha e Feltragem de sabonetes com lã de ovelha.

A música também toma o seu lugar com vários grupos de música tradicional a animarem as ruas. A moda também marca presença com um Desfile de Burel por Luís Nogueira e Serranices.

 

Nelas

Carnaval a dobrar

carnaval nelas cartaz

Aqui o Carnaval é a dobrar porque a folia assim o exige, com Nelas e Canas de Senhorim a celebrarem com muita animação.

Em Nelas o Carnaval começa no domingo dia 7 com o Desfile Carnavalesco às 15h00 e que se repete no dia 9 pelas ruas da vila. Às 17h00 do dia de Carnaval terá lugar a Troca de Rainhas e no dia 10 o Entrudo será queimado no Bairro da Igreja, junto à Fonte de St. António.

Em Canas de Senhorim também o dia 7 assinala o inicio das Festas de Carnaval com o Desfile a sair à rua pelas 15h00, às 22h00 do mesmo dia tem lugar o Baile de Carnaval Paço e Rossio. Na segunda-feira às 15h30 tem lugar a Segunda-feira das Velhas e às 22h00 a segunda edição do Baile de Carnaval Paço e Rossio. O dia de Carnaval começa às 15h00 com o Desfile Carnavalesco e às 18h00 tem lugar o despique. No dia 10, quarta-feira, às 20h00 começa a Batatada (não se esqueça de levar prato, talher e copo) e às 22h30 o Entrudo é Queimado, no Rossio junto às Quatro Quinas e no Paço junto ao Pelourinho.

São centenas os figurantes, muita música, humor e animação, que prometem muita folia e animação com um cariz mais popular que distingue estes cartazes de muitos outros na região.

As associações envolvidas não poupam os esforços e guardam em segredo os carros alegóricos e as mascaras que irão encher as ruas de cor e animação contagiantes.

 

Como se pode ver, o difícil mesmo será organizar as nossas agendas! O que vale é que o fim-de-semana são dois dias e o carnaval são 4!