Bate leve, levemente, como quem chama por mim

Bate leve, levemente, como quem chama por mim.

Alva e flutuante, tão leve, quase etérea. Desfaz-se nos dedos, desmaiando. Enche a paisagem de uma magia que nos faz felizes. E por momentos, quando a podemos apreciar, sentimo-nos agradecidos por poder ter o privilégio de a vislumbrar. Cobre a paisagem de um branco tão puro tornando-a absolutamente majestosa. É neve. É pura.

A natureza é caprichosa mas generosa. São estes espetáculos que ela proporciona que nos fazem apreciar o mundo e o facto de sermos capazes de a valorizar. Abrir a janela para uma paisagem branca é uma sensação maravilhosa!

Hoje caíram os primeiros flocos de neve na Serra da Estrela! Anuncia o tempo frio e, ao contrário do que acontece noutros locais, aqui na Serra o Inverno não é pronuncio de descanso, é nesta altura do ano em que a Serra ganha vida e atrai o resto do mundo, apresentando-se no seu mais belo e branco vestido de gala!

Aos que no sopé da Serra apenas sentem o seu gelado respirar, resta-nos esperar que o frio se torne mais intenso e nos dê o prazer de a ver cair e pintar as nossas paisagens de branco!

Mal podemos esperar! E se há momentos em que nos questionamos acerca do porquê de aqui viver, é quando neva que percebemos que é porque este pedaço de terra no mundo é capaz de nos surpreender a cada estação!

f6

Anunciam os senhores do tempo que será por apenas uns dias. Aproveitemos, e se conseguirem subir até à Torre, matem saudades por nós e tirem muitas fotografias!!

 

Fotografia: Manuel Ferreira

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *